Ibope Guarulhos 2016

By | 6 de agosto de 2016

Pesquisa de intenção de voto para prefeito de Guarulhos, feita pelo Ibope Inteligência Pesquisa e Consultoria Ltda, conforme o registro SP-06655/2016.

Encomendada pela Mídia Pull Editora e Comunicação, empresa com sede no Pacaembu, zona oeste da capital paulista, a pesquisa tem erros gritantes, principalmente no quesito “Espontânea” (P02), questão onde deveriam prevalecer o conhecimento e o desejo dos entrevistados.

Mas, neste ponto, o Ibope exibiu aos eleitores os nomes dos pré-candidatos à Prefeitura de Guarulhos; inclusive deixando o de Jovino fora do disco.

“O Ibope já errou muito no Brasil. E errou feio. Já complicou muitas vezes a vida de candidatos e induziu o eleitor a votar em alguns que não eram desejo da maioria dos eleitores. Chega de mentira.

Se essa pesquisa for divulgada poderá ter um efeito terrível, devastador para muitos eleitores. É temeroso começarmos [uma campanha] assim: induzindo o eleitor ao erro, batendo cabeças, excluindo candidatos. Não merecemos isso”, esbravejou Jovino.

Alegando que precisa de explicações urgentes do Ibope a respeito da pesquisa, “por achar tudo muito estranho”, a presidente do diretório municipal do PV, Paula Aparecida Gonçalves da Silva, protocolou pedido ao Juízo da 176ª Zona Eleitoral de Guarulhos de impugnação do registro e da divulgação da pesquisa eleitoral.

“Caso seja publicada a pesquisa ora registrada, corre-se o risco de, em um único ato, infringir vários princípios constitucionais e eleitorais”, diz a representação. Esses princípios seriam o da soberania popular, da legitimidade das eleições e da moralidade.

A pesquisa Ibope, denunciada na Justiça Eleitoral, foi realizada entre os dias 24 e 27 de junho, tendo sido entrevistados 812 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.