Pastor Silas Malafaia presta depoimento na Polícia Federal em SP

By | 18 de dezembro de 2016

O pastor Silas Malafaia, alvo de um mandado de condução coercitiva na Operação Timóteo, se apresentou na sede da Polícia Federal em São Paulo, na Zona Oeste, na tarde desta sexta-feira (16), para prestar depoimento.

Ele deixou a PF às 17h50. A operação foi batizada de Timóteo em referência a um dos livros da Bíblia. Segundo a investigação, o líder religioso é suspeito de emprestar contas bancárias de sua instituição para ajudar a ocultar dinheiro.

“Isso é uma safadeza, é uma molecagem. Estou desafiando a provar que eu estou envolvido com esses canalhas. Meta eles na cadeia. Sou a favor da Lava Jato, sou a favor de uma Justiça forte, mas não para isso”, disse ele, exaltado, antes de entrar para depor.

Malafaia ainda alegou não ser bandido, não ter medo de ser preso e, em sua defesa, afirmou saber distinguir as doações que recebe.

“Eu sei separar o que é para mim e o que é para a minha entidade. Eu orei por esse cara [o doador] em 2011, eu oro por muita gente. Eu recebo muitas ofertas, não é só dele não. E declaro no imposto de renda.”

O pastor ficou na sede da PF por cerca de 1h30 minutos. Após depor, disse a jornalistas, aos berros, que não é “laranja de bandido” e não sabe nada sobre mineração: “Eu sei lá que porcaria é essa”. Malafaia afirmou que irá devolver o dinheiro a ele doado caso seja comprovada a origem é ilícita – e se a Justiça determinar.

Pastor silas malafaia